PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Israel volta a fazer ataque em Gaza após quase 1 mês de cessar-fogo

Palestinos em meio a escombros em Beit Hanoun, no norte da Faixa de Gaza, após conflitos - Mohammed Salem/Reuters
Palestinos em meio a escombros em Beit Hanoun, no norte da Faixa de Gaza, após conflitos Imagem: Mohammed Salem/Reuters

Da Ansa, em Gaza

16/06/2021 08h34Atualizada em 16/06/2021 09h13

Após quase um mês do último conflito, Israel voltou a fazer um ataque na Faixa de Gaza entre a noite desta terça-feira (15) e a madrugada desta quarta-feira (16).

Segundo a justificativa de Tel Aviv, a ação da Aviação foi uma resposta ao lançamento de balões pelo grupo Hamas, que provocaram cerca de 20 pequenos incêndios, e que o ataque focou apenas "em estruturas e locais de reunião da organização terrorista Hamas".

Fontes palestinas informaram, por sua vez, que a ação durou cerca de dez minutos e atingiu cidade de Khan Younes, no sul da Faixa, em uma área civil. O ato foi o primeiro liderado pelo novo governo de Israel e também a primeira ação militar desde a assinatura do cessar-fogo, no fim de maio.

O conflito durou 11 dias e deixou cerca de 260 mortos do lado palestino, incluindo mais de 60 crianças, e 13 vítimas nas cidades israelenses -- contando com uma criança.

Além disso, os ataques destruíram cerca de mil apartamentos, escritórios e negócios variados -- incluindo um prédio que abrigava as redações jornalísticas da Al Jazeera e da Associated Press.

Internacional