Papa pede reação 'urgente' para evitar mais danos climáticos

VATICANO, 1 DEZ (ANSA) - O papa Francisco fez nesta sexta-feira (1º) um novo apelo por medidas contra as mudanças climáticas, pedindo uma reação "urgente" para evitar mais danos que afetem a sociedade.   

O alerta foi feito por ocasião da 28ª edição da Cúpula da ONU sobre o clima, que ocorre em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, até 12 de dezembro.   

"Se não reagirmos agora, as alterações climáticas prejudicarão cada vez mais a vida de milhões de pessoas", escreveu o Pontífice nas redes sociais.   

Segundo Francisco, "neste momento histórico somos convidados a assumir a responsabilidade pelo legado que deixaremos após a nossa passagem por este mundo".   

Ontem, em decorrência da abertura da cúpula climática, o líder da Igreja Católica chegou a dizer que espera que os países presentes na COP28 tomem decisões que mostrem a "nobreza da política, e não a sua vergonha".   

Além disso, ele afirmou esperar "que aqueles que intervêm na COP28 sejam estrategistas capazes de pensar no bem comum e no futuro de seus filhos, e não nos interesses específicos de algum país ou empresa". (ANSA).   

Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes