Ativistas protestam diante de obra-prima de Botticelli na Itália

FLORENÇA, 13 FEV (ANSA) - O famoso quadro "O Nascimento de Vênus", do pintor Sandro Botticelli, foi alvo de mais um protesto protagonizado pelos ativistas ambientais do grupo "Ultima Generazione" na Itália.

A obra-prima renascentista, que está exposta nas Gallerie degli Uffizi, em Florença, foi coberta com imagens das enchentes que destruíram algumas cidades na Toscana e deixaram oito mortos em novembro.

O quadro de Botticelli não sofreu nenhum dano, pois ele é protegido por uma cobertura de vidro.

O ato, de acordo com o principal museu renascentista do mundo, foi realizado por dois membros do grupo. Em virtude da manifestação, os funcionários do local obrigaram os turistas a sair e fecharam a sala.

Os ativistas do "Última Geração" foram responsáveis por diversos atos pelo território italiano. Em um deles, os militantes jogaram lama no exterior da Basílica de San Marco, em Veneza, e tingiram de preto a água da histórica fonte de Barcaccia, em Roma. (ANSA).

Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes