Polícia identifica homem que caiu de avião em Londres

A polícia britânica identificou como José Matada o homem que caiu de um avião em Londres em setembro.

O corpo de Matada, de 30 anos, foi encontrado no oeste de Londres, e sua identidade era um mistério até agora.

Originalmente identificado como um imigrante ilegal de Angola, José Matada é na verdade de Moçambique.

Um chip de celular encontrado no bolso da vitima permitiu que a polícia descobrisse quem era a vítima.

A confusão a respeito da identidade aconteceu porque Matada carregava dinheiro angolano.

O corpo de José Matada foi encontrado logo após um voo vindo de Luanda, em Angola, ter sobrevoado uma área residencial próxima ao aeroporto de Heathrow.

Uma autópsia determinou que José Matada morreu de ferimentos múltiplos.

A Polícia está tentando entrar em contato com a família.

'Caiu do céu''

Matada teria entrado sem ser percebido no minúsculo compartimento do trem de pouso da aeronave, ainda na capital angolana, Luanda.

Como proteção à baixa temperatura e à baixa pressão, o jovem teria tomado uma única precaução. Segundo os investigadores, ele encheu os ouvidos com pedaços de lenços de papel.

Porém, oito horas depois, quando o avião já se aproximava da cidade de Mortlake, no sudoeste de Londres, para pousar no Aeroporto Internacional de Heathrow, o homem "caiu do céu", segundo relatos de moradores da região.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos