Biógrafa brasileira relembra Fidel 'intimidador' e 'humano'

Autora da única biografia consentida do ex-líder cubano Fidel Castro, a jornalista e historiadora carioca Claudia Furiati lembra o silêncio avassalador com que o líder da revolução cubana reagiu à sua sugestão de escrever um livro de memórias.

"Eu entendi que foi uma intrusão, porque houve um silêncio muito esquisito, e eu fiquei sem saber se tinha sido agressiva demais na minha proposta", conta Claudia, em entrevista à BBC Brasil, relatando como foi o período de pesquisa e convívio com Fidel.

Ela seguiu a orientação de um assessor de Fidel e oficializou o pedido em uma carta, evitando usar a palavra "biografia"; falou apenas em um "relato".

Castro então concordou, e o consentimento lhe deu acesso exclusivo a todo seu arquivo pessoal, incluindo fotos e documentos, bem como abertura para falar com conhecidos, familiares e até funcionários que o conheceram na infância, na fazenda de seus pais.

A confiança conquistada também garantiu acesso ao próprio Castro, com quem Claudia teve diversos encontros entre 1994 e 2000 para completar a pesquisa para a biografia. Em dado momento, Claudia teve que fazer a pergunta essencial para a publicação do livro que estava em gestação: o líder daria autorização para o "relato"?

"Ele disse: 'Autorização não, porque as pessoas vão dizer que é a história oficial, que eu fiz sua cabeça para escrever. Você está escrevendo porque quer, e eu estou consentindo que você faça.' Nunca me esqueci daquele momento."

O diálogo acabou inspirando o nome do livro: Fidel Castro, Uma Biografia Consentida. A primeira edição foi publicada em 2001, pela Editora Revan.

Claudia viu o líder pela última vez no ano passado, quando encontrou um Fidel debilitado, dedicado à escrita e reflexões.

Depois de tantos boatos sobre sua morte no passado, diz que "a ficha ainda não caiu".

"Para mim acho que ele nunca morrerá, não sei. Acho que até porque existe isso aqui", diz ela, apontando para o livro em seu colo. "Isso aqui é ele vivo para mim, e é o que eu posso deixar para o mundo, de alguma forma, sobre ele."

 

 

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos