PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Esse conteúdo é antigo

Diário do coronavírus em Wuhan: a história de um casal em quarentena onde tudo começou

16/03/2020 15h00

Um casal vive uma vida normal em Wuhan, na China: ele produz vídeos, ela é enfermeira da ala de emergência de um hospital.

Em meados de dezembro, no entanto, ela começa a perceber que vários pacientes são internados com os mesmos sintomas.

"Minha mulher me disse que estava preocupada e não queria ir mais para o trabalho", diz o marido, que começa a fazer um diário em vídeo sobre a vida dos dois.

Mas ela continuou indo para o trabalho — não queria abandonar os pacientes.

Um dia, ela ligou de manhã para o marido e disse: "Peguei".

"Eu soube imediatamente o que ela quis dizer."

Ela havia sido infectada com o novo coronavírus. Seu marido continuou a gravar o diário.

Como os sintomas de sua mulher eram leves e os recursos médicos em Wuhan estavam sobrecarregados, o médico prescreveu alguns remédios e mandou o casal entrar em isolamento em casa.

Enquanto isso, a cidade de Wuhan virava o epicentro do surgimento do novo coronavírus no mundo, e começava a exportar casos para outros locais. A cidade de 11 milhões de habitantes entrou em completa quarentena.

No vídeo, é possível ver sua mulher chorando e tossindo, isolada no quarto. O marido leva comida para ela, limpa o quarto, sempre completamente coberto, usando luvas e uma capa em cima da roupa.

Ela piora, mas acaba conseguindo um leito para internação e começa a melhorar.

Internacional