Alemanha e Eslováquia duelam por vaga nas quartas de final

Em busca da classificação, seleção alemã enfrenta adversário que a derrotou, há menos de um mês, em amistoso. Após incômodo na panturrilha, Jérôme Boateng está confirmado.

Augsburgo, 29 de maio de 2016. Há menos de um mês a seleção alemã enfrentou a Eslováquia, em meio aos dilúvios no sul da Alemanha. Sob chuva, a equipe comandada por Joachim Löw perdeu surpreendentemente por 3 a 1, e de virada. O gol alemão foi anotado por Mario Gómez, enquanto os artilheiros eslovacos foram Marek Hamsik, Michal Duris e Juraj Kucka.

É bem verdade que, na época, Löw mandou a campo uma escalação alternativa. Se o treinador alemão optar, neste domingo (26/06), em Lille, pela mesma equipe que derrotou a Irlanda do Norte na fase de grupos, a Alemanha entrará em campo contra a Eslováquia com cinco alterações em relação ao amistoso - o goleiro Manuel Neuer, o zagueiro Mats Hummels e os meias Toni Kroos, Mesut Özil e Thomas Müller não atuaram em Augsburgo.

Ou seja, os principais jogadores da Nationaelf não estiveram em campo. A única dúvida de Löw para o confronto válido pelas oitavas de final da Eurocopa 2016 é Jérôme Boateng, que sentiu um desconforto na panturrilha. O zagueiro, no entanto, deve jogar. "Não acho que haja dúvidas sobre a participação dele no jogo. Hoje ele treinou normalmente, passou pelo teste e não houve qualquer problema. Também acho que não haverá amanhã", afirmou o treinador, após o treino no dia anterior ao jogo decisivo.

A Alemanha é a única seleção da Eurocopa que ainda não sofreu gols. Criticada antes do torneio, a defesa alemã não tem tido muitos desafios na competição. Com isso, a imprensa esportiva alemã já está vislumbrando a quebra do recorde de seis partidas sem sofrer gols - uma marca que foi estabelecida a mais de 50 anos atrás. Com a vitória contra a Irlanda do Norte, Neuer completou o quarto jogo sem ser vencido, mas o goleiro se mantém com os pés no chão.

"Nós tentamos jogar um futebol de resultados, queremos ser bem-sucedidos, principalmente agora no mata-mata. Queremos mostrar uma boa performance defensiva e também sair do jogo contra a Eslováquia sem sofrer gols", disse Neuer, garantindo que ele e os jogadores da Nationalelf não são "caçadores de recorde".

Apesar de contar com um dos meias mais habilidosos do futebol europeu, Marek Hamsik, do Napoli, a Eslováquia deve encontrar muitas dificuldades. Na fase de grupos, os eslovacos perderam para País de Gales, ganharam da Rússia e empataram sem gols com a Inglaterra. A classificação como uma das quatro terceiro colocadas foi graças saldo de gols.

Em jogos oficiais, a Eslováquia nunca venceu a Alemanha. São duas derrotas, ambas durante as Eliminatórias para a Eurocopa de 2008. A notícia boa é que nunca houve um empate entre ambas as seleções. O duelo, deste sábado, portanto, tem tudo para ser decidido nos 90 minutos.

Prováveis escalações:

Alemanha: Manuel Neuer; Joshua Kimmich, Jérôme Boateng, Mats Hummels e Jonas Hector; Sami Khedira e Toni Kroos; Mesut Özil, Mario Götze e Thomas Müller; Mario Gómez.

Eslováquia: MatusKozacik; Peter Pekarik, Martin Skrtel, Jan Durica e Tomás Hubocan; Juraj Kucka e Viktor Pecovsky; Michal Duris, Marek Hamsik e Vladimír Weiss; Ondrej Duda.

Local: Stade Pierre Mauroy, em Lille.

Horário: 13h (horário de Brasília).

Arbitragem: Szymon Marciniak (Polônia).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos