Trump exige desculpa de elenco de musical por "assédio" a vice-presidente eleito

Presidente eleito quer retratação de elenco de musical da Broadway que fez protesto contra futuro governo dos EUA, durante espetáculo visitado pelo vice-presidente eleito Mike Pence

O presidente eleito americano, Donald Trump, exigiu neste sábado (19) desculpas do elenco de um musical da Broadway por "assediar" seu vice-presidente, Mike Pence após um espetáculo a que o político compareceu.

"Nosso maravilhoso futuro vice-presidente, Mike Pence, foi assediado ontem à noite no teatro pelo elenco de Hamilton, na frente das câmeras. Isso não deveria acontecer!", escreveu Trump em sua conta no Twitter.

Em outra mensagem, Trump afirmou que "o teatro deve ser sempre um lugar especial" e acusou o elenco de ter sido "muito rude ontem à noite com um homem muito bom". Acrescentando o apelo "peçam desculpas!".

Na sexta-feira, os atores da peça Hamilton surpreenderam Pence, que estava na plateia, fazendo um discurso no palco, após as cortinas serem fechadas. O ator Brandon Victor Dixon leu uma mensagem do elenco do musical expressando preocupação com o futuro governo Trump.

"Nós, senhor, somos a América diversa, que está alarmada e ansiosa que sua nova administração não proteja nosso planeta, nossos filhos, nossos pais, ou não nos defenda ou mantenha nossos direitos inalienáveis", disse Dixon, que na peça interpreta Aaron Burr, o terceiro vice-presidente americano.

"Nós realmente esperamos que este espetáculo tenha inspirado o senhor a manter nossos valores americanos e a trabalhar em nome de todos nós. Todos nós", acrescentou, sob aplausos do público.

Pence já estava saindo do auditório quando Dixon começou a discursar, mas um porta-voz do musical disse ao jornal "The New York Times" que o vice-presidente eleito ouviu a mensagem no corredor.

O vídeo do discurso do elenco de Hamilton se transformou em um dos assuntos mais comentados no Twitter e nas redes sociais. A mensagem do elenco de Hamilton tem especial simbolismo porque se trata de um musical provocativo, que conta a história da fundação dos Estados Unidos, dando ênfase à ideia de "país de imigrantes" e com atores brancos, hispânicos e negros nos papéis de Alexander Hamilton, George Washington e outros patriarcas americanos.

Vídeos divulgados nas redes sociais documentam o momento tenso em que Pence entra no teatro, sob vaias e alguns aplausos da plateia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos