Alemanha tem menor número de mortes no trânsito em mais de 60 anos

Número de óbitos em 2016 caiu 7,1% em relação ao ano anterior. No entanto, quantidade de acidentes foi a maior desde a Reunificação alemã, aponta relatório.O número de mortos em acidentes de trânsito na Alemanha caiu em 2016 para o menor nível em mais de 60 anos, revelou um relatório do Departamento Federal de Estatísticas da Alemanha (Destatis) nesta sexta-feira (24/02). De acordo com o documento, no ano passado foram registradas 3.214 mortes em acidentes automotivos nas ruas e estradas do país – 245, ou 7,1%, a menos que no ano anterior. Por outro lado, o número de feridos aumentou em 0,8%, chegando a 396.700 pessoas. Segundo o órgão, 2016 foi o ano com maior número de acidentes de trânsito desde a Reunificação alemã, em 1990. Foram registrados 2,6 milhões de incidentes, quase 3% a mais do que em 2015. O levantamento também aponta para uma maior quantidade de mortes sobre duas rodas. De acordo com o relatório, morreram em 2016 mais pessoas em acidentes com bicicletas, ciclomotores e scooters do que em 2015. O número de óbitos em motocicletas, contudo, caiu 15,7%. O maior risco de morrer no trânsito alemão foi constatado no estado da Saxônia-Anhalt, que registrou 59 óbitos por cada milhão de habitantes. Mecklenburg-Vorpommern apareceu na sequência, com 55 casos fatais por milhão de moradores. No Brasil, umas das avaliações mais recentes disponíveis é a do Ministério da Saúde, que aponta para 37.306 vítimas fatais em acidentes de transporte terrestre em 2015, uma redução de 15% em relação a 2014. Outro estudo da Organização Mundial da Saúde (OMS) indica que, em 2013, 41 mil pessoas perderam a vida nas estradas e ruas brasileiras. O número representava 23,4 por 100 mil habitantes – ou 234 por milhão de habitantes. IP/dpa/afp/ots

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos