Projeções dão vitória a partido de Merkel no Sarre

Conservadores ganham com vantagem confortável sobre sociais-democratas em votação regional. Êxito no estado fortalece chanceler a seis meses das eleições parlamentares, em que ela concorre à reeleiçãoOs conservadores da chanceler federal alemã, Angela Merkel, saem reforçados das eleições regionais no estado do Sarre, realizadas neste domingo (26/03), tendo ganhado o pleito com vantagem em relação aos sociais-democratas, até mesmo melhorando os resultados da votação anterior. Segundo as primeiras projeções, União Democrata Cristã (CDU) conseguiu cerca de 40% dos votos – contra os 35,2% obtidos há cinco anos. O Partido Social-Democrata (SPD), por sua parte, deve ficar com cerca de 30%, o que seria uma ligeira perda, comparada aos 30,6% das eleições de 2012. Os socialistas do partido A Esquerda ficariam, segundo as projeções, com 12,4% dos votos, quase quatro pontos percentuais a menos que na campanha de 2012. Tanto o Partido Verde como o Partido Liberal (FDP) ficariam de fora do Parlamento local, de acordo com as parciais. A hipótese mais provável é que o Sarre continue sendo governado por uma grande coalizão entre democrata-cristãos e sociais-democratas, sob liderança da atual governadora, a democrata-cristã Annegret Kramp-Karrenbaeuer. Menor estado do país Cerca de 800 mil eleitores do estado do Sarre, o menor do país, foram convocados para votar, em um pleito regional que marcou o primeiro teste para a chanceler federal alemã Angela Merkel, no ano em que ela concorre à reeleição. Após o surgimento do candidato Martin Schulz – e a meteórica ascensão dele nas pesquisas de opinião, permitindo que o Partido Social-Democrata alemão (SPD) chegasse temporariamente a ultrapassar os conservadores de Merkel pela primeira vez em mais de uma década –, alguns analistas avisaram que um tropeço no Sarre poderia representar o início do fim da era Merkel. A nomeação de Schulz, ex-presidente do Parlamento Europeu, no final de janeiro deu novo impulso a um partido que nos últimos anos vinha sendo relegado ao segundo plano na cena política alemã. A nível nacional, o SPD está agora tecnicamente empatado com a União Democrata Cristã (CDU) de Merkel. O Sarre é governado há quase 18 anos pela CDU – atualmente em aliança com o SPD, no mesmo formato que a coalizão formada a nível federal. Mas o chamado "efeito Schulz" também se fez notar na região, fazendo com que o partido tenha perdido em pouco mais de dois meses 12 pontos de vantagem que tinha sobre o SPD. MD/dpa/efe/afp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos