PUBLICIDADE
Topo

Maioria dos brasileiros está otimista com a economia, diz Datafolha

23/12/2018 18h36

Às vésperas de Bolsonaro assumir a Presidência, 65% acreditam que a situação econômica do país vai melhorar nos próximos meses, aponta pesquisa. Embora otimismo seja comum antes de posses, índice bate recorde.O otimismo do brasileiro com a economia disparou às vésperas da posse do presidente eleito, Jair Bolsonaro, que ocorre em 1º de janeiro, segundo apontou uma pesquisa do instituto Datafolha divulgada neste domingo (23/12).

Segundo o levantamento, 65% dos entrevistados acreditam que a situação econômica brasileira vai melhorar nos próximos meses. Em pesquisa feita em agosto, esse índice era de apenas 23%.

O jornal Folha de S. Paulo explica que essa tendência de otimismo é comum em épocas que antecedem a posse de novos governos, mas os números deste ano foram os mais altos de uma série histórica que começou em 1997, durante o governo Fernando Henrique Cardoso (PSDB).

Além disso, 67% dos brasileiros disseram achar que estarão em melhor situação econômica pessoal nos próximos meses – um percentual que era de 38% em agosto. Em março de 2013, durante o governo Dilma Rousseff (PT), 68% tinham esse mesmo otimismo.

Por outro lado, apenas 9% acreditam que a economia brasileira vai piorar, ante 31% em agosto, e outros 24% apostam em estabilidade – há quatro meses, eram 41%.

Em relação à situação financeira pessoal, 6% estão pessimistas, um índice que era de 14% em agosto. Já 25% dos entrevistados disseram acreditar que pessoalmente nada vai mudar – em agosto, 44% achavam a mesma coisa.

Os brasileiros também estão otimistas quando o assunto é trabalho. Segundo o Datafolha, 47% acreditam que o desemprego vai cair, enquanto 29% acham que vai aumentar, e 21%, que a situação continuará a mesma.

Em relação à inflação, o equilíbrio é maior entre otimistas e pessimistas: 35% apostam que a inflação vai cair, 27%, que vai aumentar, e 33% acreditam que os preços ficarão estáveis.

A percepção sobre a atual situação econômica do país também está menos dura. Enquanto em junho 72% dos entrevistados acreditavam que o Brasil havia piorado nos últimos meses, agora são 37% que acham o mesmo. Outros 20% acham que o país está melhor, ante os 6% de junho. Para 42%, nada mudou – há seis meses, 20% opinavam o mesmo.

O Datafolha ouviu 2.077 pessoas em 130 municípios brasileiros entre os dias 18 e 19 de dezembro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

EK/efe/ots

_____________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube
| WhatsApp | App | Instagram | Newsletter