Starbucks reabre suas cafeterias na capital da Indonésia após ataque do EI

Em Bancoc (Tailândia)

A rede Starbucks reabriu nesta sexta-feira (15) seus estabelecimentos em Jacarta, a capital da Indonésia, após o fechamento ontem de todas as suas cafeterias na cidade depois do ataque cometido pelo Estado Islâmico (EI) que afetou uma de suas lojas, que permanecerá fechada.

Sete pessoas, entre elas cinco terroristas, morreram após várias explosões e tiroteios ocorridos na manhã de ontem em um bairro no centro da capital.

Uma das explosões aconteceu na entrada de uma das cafeterias da rede Starbucks, o que deixou um cliente ferido.

"Abrimos hoje com nosso horário de trabalho habitual", assinalou a filial indonésia da rede em seu perfil no Twitter.

Em comunicado, a empresa manifestou sua "tristeza pelos atos sem sentido" em Jacarta e acrescentou que seguirá "trabalhando de perto com as autoridades locais" para oferecer mais informações que possam esclarecer o ocorrido.

O atentado cometido por supostos membros do EI aconteceu no bairro de Jalan Thamrin, na região central da capital indonésia, onde se encontram vários hotéis e restaurantes frequentados por estrangeiros e escritórios da ONU, nas cercanias do palácio presidencial.

Três terroristas morreram durante a troca de tiros com as forças de segurança, enquanto os outros dois se explodiram ao detonar a bomba que levavam na motocicleta com a qual se lançaram contra um posto policial.

A polícia da Indonésia também confirmou que dois civis morreram na ação, um indonésio e um canadense, o que foi confirmado posteriormente pelo governo em comunicado, enquanto 20 pessoas ficaram feridas, entre elas cinco agentes.

A Indonésia é o país com a maior população muçulmana do mundo, com 88% de seus 250 milhões de habitantes professando essa religião, e foi alvo de vários atentados entre 2000 e 2009, cometidos pelo grupo Yemma Islamiya, considerado o braço da Al Qaeda no Sudeste Asiático.

O ataque de maior envergadura ocorreu em 2002 na ilha de Bali, quando as explosões coordenadas de várias bombas em uma boate na cidade de Kuta deixaram 202 mortos, em sua maioria turistas australianos.

O último atentado registrado em Jacarta ocorreu 2009, quando dois suicidas se explodiram nos hotéis Marriott e Ritz-Carlton, deixando sete mortos e 50 feridos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos