Papa pede a imigrantes que não deixem roubarem sua esperança

  • Alessandro Bianchi/Reuters

Cidade do Vaticano, 17 jan (EFE).- O papa Francisco pediu neste domingo aos imigrantes que não deixem roubarem sua esperança e alegria de viver, durante a cerimônia do Ângelus na praça de São Pedro, no Vaticano.

Ao lembrar que hoje a Igreja Católica celebra o Dia Mundial do Migrante e do Refugiado, Francisco lembrou como "cada um leva uma história, uma cultura e valores valiosos e que frequentemente, infelizmente, também experiências de miséria, opressão e medo".

Havia na praça de São Pedro 7.000 imigrantes vindos de 30 países que vivem atualmente na região do Lácio, para celebrar esse dia.

"Sua presença nesta praça é sinal da esperança em Deus. Não os deixeis roubar esta esperança e a alegria de viver, que nascem da experiência da divina misericórdia", acrescentou.

Francisco deu as graças a todas as pessoas que ajudam e acolhem os imigrantes.

Também foi levada à praça de São Pedro a cruz de Lampedusa, construída com a madeira das barcas em que os imigrantes viajam para a Itália, e que foi abençoada por Francisco durante sua visita à ilha siciliana.

Após o Ângelus, os imigrantes participarão de uma missa na Basílica de São Pedro, oficiada pelo cardeal Antonio María Vegliò, presidente do Pontifício Conselho para Migrantes e Itinerantes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos