Polícia francesa detém um homem e desmantela tentativa de atentado

(Atualiza com novas declarações e dados).

Paris, 24 mar (EFE).- A polícia da França deteve nesta quinta-feira um homem de nacionalidade francesa nos arredores de Paris e desmantelou uma tentativa de atentado que se encontrava em fase avançada, informou o ministro do Interior, Bernard Cazeneuve.

Essa detenção, segundo indicou em entrevista coletiva, foi possível após uma investigação iniciada há várias semanas e conduzida pela Direção Geral de Segurança Interior (DGSI).

Especialistas na desativação de explosivos estão inspecionando um imóvel na cidade periférica de Argenteuil para permitir que os agentes possam entrar com segurança no apartamento, no estacionamento e nas áreas comuns em torno da qual foi realizada a operação antiterrorista.

Cazeneuve declarou que o detido é suspeito de estar muito implicado na tentativa de atentado frustrada e que "nenhum elemento factível" vincula por enquanto esse plano com os recentes ataques de Paris e Bruxelas.

"A investigação em andamento deverá estabelecer o alcance dessa organização criminosa e as eventuais cumplicidades. Corresponderá ao procurador de Paris divulgar novos elementos caso considere útil", comentou.

Sua detenção, segundo acrescentou, eleva a 75 as detenções desde o início do ano de pessoas envolvidas de perto ou de longe em atividades terroristas, das quais 28 seguem presas.

Cazeneuve ressaltou que se está "fazendo tudo" para proteger os franceses, e destacou que a operação em andamento acontece no marco de uma comissão rogatória empreendida sob a autoridade de uma juíza de instrução antiterrorista.

O site do jornal "Le Parisien" acrescentou que os furgões policiais começaram a chegar à área pouco depois das 16h30 GMT (13h30 de Brasília), estabeleceram um perímetro de segurança e evacuaram as imediações.

Após os atentados de Bruxelas desta semana, nos quais morreram 31 pessoas, Cazeneuve ordenou o desdobramento adicional na França de 1.600 policiais para reforçar o controle nas fronteiras e nas infraestruturas de transporte.

"Mantemos e manteremos uma vigilância absoluta", concluiu o ministro, que elogiou o trabalho dos serviços de inteligência e antiterroristas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos