Operação prende mais de mil pessoas vinculadas ao crime organizado nos EUA

Raquel Godos.

Washington, 28 mar (EFE).- As autoridades de migração prenderam mais de mil pessoas, 900 delas vinculadas a grupos criminosos transnacionais, em uma operação de cinco semanas conhecida como "Projeto Sombra de Fogo", informou nesta segunda-feira o Escritório de Imigração e Alfândegas (ICE, em inglês).

Ao todo, 1.133 indivíduos foram detidos, entre eles alguns envolvidos em crimes associados ao tráfico de drogas, de pessoas e sexual, assim como casos de assassinato e outros tipos de atividades relacionadas ao crime organizado.

"Esta operação é o exemplo mais recente dos esforços contínuos da ICE, que se iniciou há mais de uma década sob a 'Operação Escudo Comunitário', para capturar membros de grupos violentos e seus associados, erradicar a violência que infligem a nossas comunidades e deter o fluxo de dinheiro do crime organizado e os grupos criminosos que operam no exterior", disse em comunicado a diretora da ICE, Sarah Saldaña.

Desde o início da Operação Escudo Comunitário, em fevereiro de 2005, os agentes especiais do departamento de investigações da Segurança Nacional (HSI, em inglês) trabalharam em conjunto com as agências policiais federais, estaduais e locais, e realizaram mais de 40 mil detenções relacionadas a grupos criminosos, com a apreensão de mais de 8 mil armas de fogo.

O "Projeto Sombra de Fogo", realizado sob a "Operação Escudo Comunitário", comandada pela União Nacional da HSI, começou em 15 de fevereiro e terminou em 21 de março.

A maioria das pessoas detidas durante a operação eram cidadãos dos Estados Unidos, além de 239 estrangeiros procedentes de 13 países da América Central, da Ásia, da Europa e do Caribe.

Das 1.133 detenções, 915 indivíduos eram membros de grupos e associados, e 1.001 deles foram acusados de delitos penais, enquanto 132 foram detidos por violações administrativas vinculadas à sua condição migratória.

Segundo os dados da ICE, as detenções ocorreram em todo o território americano. Além disso, as autoridades também apreenderam mais de 150 armas de fogo, 20 quilos de narcóticos e US$ 70 mil em dinheiro.

A "Operação Escudo Comunitário" é uma iniciativa mundial, iniciada pela ICE em 2005, e que pretende combater o crescimento e a proliferação dos grupos criminosos transnacionais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos