Queda de viaduto mata 19 na Índia e dezenas permanecem sob escombros

(Eleva número de vítimas e acrescenta detalhes).

Nova Délhi, 31 mar (EFE).- Cerca de 500 homens das equipes de resgate e do Exército buscam sobreviventes sob os escombros de um viaduto que caiu nesta quinta-feira em Calcutá, no leste da Índia, deixando pelo menos 19 mortos e 85 feridos.

De acordo com o inspetor de polícia da cidade, D. Chatterjee, os números podem aumentar, mas "não se sabe ainda quantos estão soterrados".

Segundo o comandante adjunto da Força de Resposta de Desastres Nacionais (NDRF), Anil Shekhawat, o total de feridos poderia chegar a 100, já que as buscas pelos sobreviventes continuam na região, que é extensa.

"Embora inicialmente tenhamos falado em 150 pessoas sob os escombros, esse número é muito mais limitado agora", indicou.

O assessor de Operações da Autoridade Nacional de Gestão de Desastres da Índia (NDMA), Anurag Gupta, explicou que as equipes de emergências estão usando todos os recursos possíveis, como câmaras, sensores e cães, para encontrar as pessoas e máquinas para retirar os escombros.

A chefe de governo do estado de Bengala, Mamata Banerjee, anunciou que a polícia investiga à empresa construtora IVRCL pela queda de parte do viaduto Vivekananda, que aconteceu por volta das 12h30 (horário local, 4h em Brasília). Um trecho de dois quilômetros sobre uma área comercial muito movimentada em um dos acessos à cidade estava em construção desde 2009 e devia ter sido entregue em 2012, segundo a imprensa local.

Para um dos responsáveis pela IVRCL, Panduranga Rao, o ocorrido "nada mais é que um ato de Deus", ao garantir que nada parecido aconteceu em 27 anos de empresa.

O primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, que está em uma viagem oficial aos Estados Unidos, expressou através do Twitter suas condolências às famílias das vítimas.

Os desmoronamentos são frequentes na Índia, muitas vezes devido ao precário estado das infraestruturas e à falta de manutenção, fatores alimentados pela corrupção e pelas práticas ilegais no setor da construção civil.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos