"Herói" argelino do Bataclan ganha nacionalidade francesa

Paris, 27 mai (EFE).- Um segurança argelino da casa de shows Bataclan conhecido como Didi, que conseguiu salvar dezenas de vidas durante os ataques terroristas em Paris em novembro do ano passado, conseguiu nesta semana a nacionalidade francesa.

"Calorosa felicitação para Didi, valente vigilante da Bataclan no dia 13 de novembro. Dou-lhe boas-vindas à nacionalidade francesa", disse o ministro do Interior da França, Bernard Cazeneuve, em uma mensagem divulgada em sua conta oficial no Twitter.

Sua naturalização tinha sido pedida em dezembro através da plataforma "Change" ao presidente do país, François Hollande, pelo Conselho Representativo de Associações Negras (Cran).

O pedido, apoiado por mais de 104 mil pessoas, defendia que o vigilante, de 35 anos, contribuiu para salvar dezenas de vidas na Bataclan, local mais afetado pelos atentados, com 89 das 130 mortes totais provocadas pelos terroristas.

"Ele poderia ter fugido ao ouvir os disparos, porque estava do lado de fora, diante das grades, falando com alguns clientes, mas decidiu entrar para alertar os espectadores e guiá-los para as saídas de emergência", explicava o texto do pedido.

Didi chegou à França aos seis meses de idade e, segundo seus defensores, era "injusto" o fato dele ter sido esquecido pela maioria da imprensa e pelos políticos após os ataques.

O apoio recebido se ampliou depois de o governo ter tentado, em dezembro do ano passado, reforçar a eficácia do combate antiterrorista com a retirada da nacionalidade francesa dos condenados por terrorismo, uma medida que acabou sendo descartada.

"É essencial dar aos jovens da França exemplos positivos com os quais possam se identificar, algo que demonstraria a vontade do governo de pôr fim à estigmatização de certa categoria de cidadãos" destacava a solicitação.

O novo "herói" da França reiterou em várias ocasiões que só estava defendendo seus valores, "que são também os da República da França". Mas os sobreviventes da Bataclan também elogiaram Didi por ter arriscado sua própria vida para ajudar outras pessoas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos