Operação em joelho de Macri termina e ele deve sair do hospital "caminhando"

Buenos Aires, 23 jun (EFE).- A cirurgia a que foi submetido nesta quinta-feira o presidente da Argentina, Mauricio Macri, após sofrer uma entorse no joelho na segunda-feira passada, já terminou e se prevê que nas próximas horas ele saia "caminhando" do hospital, assim que despertar da sedação, informaram fontes oficiais.

"Nenhum problema. Foi extraído um pedacinho de menisco que era o que lhe travava o joelho, portanto agora já tem o movimento normal", informou na frente da clínica que Macri foi operado em Buenos Aires o porta-voz da Presidência Ivan Pavlovsky.

O presidente entrou na sala de cirurgia às 12h e a operação durou "cerca de 25 a 30 minutos", e se espera que receba alta quando passar a sedação à qual foi submetido.

Pavlovsky disse que do hospital, Macri irá para a residência presidencial "e possivelmente" vai continuar mantendo a agenda profissional que tinha prevista a partir das 18 horas.

A reabilitação será "a normal de um joelho recém operado", finalizou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos