Manifestação reúne 14 mil em Paris, diz polícia

Paris, 28 jun (EFE).- O novo protesto convocado para esta terça-feira contra a reforma trabalhista do Executivo socialista reuniu entre 14 mil e 15 mil pessoas, de acordo com a Prefeitura de Paris, enquanto o sindicato CGT, o principal organizador da passeata, elevou esse número a 55 mil.

A concentração de hoje é a 11ª lançada pelas organizações sindicais desde que surgiram em meados de fevereiro as primeiras informações sobre esse projeto de lei, que hoje é submetido a votação no Senado. O protesto anterior, realizado na quinta-feira, reuniu na capital francesa de 19 mil a 20 mil pessoas, segundo os números policiais, ou 60 mil, conforme os sindicatos.

Para evitar os confrontos que foram frequentes nas manifestações anteriores, o dispositivo de segurança desdobrado hoje pelas forças da ordem foi amplo e controlou os participantes nos diversos pontos de acesso ao percurso oficial, que foi da Praça da Bastilha a Italie.

No total, segundo indicaram à Agência Efe fontes da Polícia, 30 pessoas foram detidas e impedidas de participar do protesto até agora, frete as quase 100 que foram presas na semana passada.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos