Supostos jihadistas do EI ameaçam realizar novos ataques em Bangladesh

Nova Délhi, 6 jul (EFE).- Um grupo de supostos membros da formação jihadista Estado Islâmico (EI) ameaçou em um vídeo com novos atentados em Bangladesh, depois do ataque sem precedentes que no fim de semana deixou 28 mortos em um restaurante de Daca, informou nesta quarta-feira o "Site Intelligence".

Na mensagem, cuja autenticidade não foi verificada oficialmente, três jihadistas afirmaram que o ataque de Daca "se repetirá", segundo indicou nesta madrugada local em seu conta no Twitter a diretora do "Site", Rita Katz.

Os extremistas também elogiaram, supostamente desde a cidade síria de Al Raqqa, os autores da ação no restaurante, detalhou o portal especializado em terrorismo.

O governo garantiu ontem que cinco dos seis agressores eram membros de grupos terroristas locais, apesar de que a ação ter sido reivindicada pelo EI e por filiados à Al Qaeda no subcontinente indiano (AQIS).

Nove reféns italianos, sete japoneses, dois de Bangladesh, um americano e uma indiana faleceram durante o ataque, que começou na noite de sexta-feira e terminou após 12 horas na manhã do sábado.

Na ação também morreram dois policiais e seis agressores.

A ação aconteceu em meio a uma onda de assassinatos de corte islamita que sacode o país desde 2013 e que, após intensificar-se no ano passado, deixou já mais de 40 mortos de diferentes minorias.

Muitas dessas ações foram reivindicadas pelo Estado Islâmico.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos