Chefe da força aérea turca é sequestrado pelos golpistas durante casamento

Em Ancara

  • Adem Altan/AP

    Assembleia Nacional da Turquia amanheceu completamente destruída, após militares bombardearam o local

    Assembleia Nacional da Turquia amanheceu completamente destruída, após militares bombardearam o local

O chefe da Força Aérea da Turquia, o general Abidin Ünal, foi detido e sequestrado na noite de sexta-feira (15) por soldados golpistas quando estava em um casamento em Istambul, informou neste sábado (16) o jornal "Hürriyet".

Ünal estava, junto a outros altos militares turcos, no casamento da filha de outro general --Mehmet Sanver, chefe da unidade de combate área Eskisehir-- quando cinco helicópteros aterrissaram nas instalações de um clube no lado asiático da cidade, onde ocorria a cerimônia.

Os soldados desceram das aeronave e levaram Ünal, Sanver e outros militares como reféns. Segundo o "Hürriyet", até o momento não há informações dos militares sequestrados, embora o primeiro-ministro turco, Binali Yilidirim, tenha dito nesta manhã que todos os altos comandantes turcos estavam bem.

Enquanto isso, o ministro da Justiça, Bekir Bozdag, informou hoje que Veysel Kösele, comandante da frota marinha turca, foi sequestrado ontem à noite temporariamente pelos golpistas, mas já foi localizado e está a salvo.

Estas informações revelem o alcance da tentativa golpista -fracassada segundo o governo turco- que deixou cerca de 200 mortos, centenas de feridos e mais de 2,8 mil soldados detidos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos