Terrorista de Nice esvaziou conta bancária uma semana antes do ataque

Em Paris

  • Reprodução

O autor do massacre de Nice esvaziou sua conta bancária na semana prévia ao atentado, vendeu seu carro e declarou sua radicalização a seu entorno, segundo afirmou uma fonte próxima à investigação citada neste domingo (17) pelo jornal "Le Journal du Dimanche".

O jornal não precisa quanto dinheiro o terrorista possuía, um tunisiano de 31 anos identificado como Mohammed Lahouaiej Bouhlel, que acabou sendo morto pela polícia após ter atropelado centenas de pessoas e provocado a morte de 84 pessoas na cidade.

O jornal local "Nice Matin" indicou em seu site que entre seus últimos movimentos bancários está uma compra na Internet de 24 euros que aparece em seu saldo sob o nome de "Islã", mas que não corresponde ao endereço de um site.

A transação, segundo afirmou esse jornal em seu site, foi efetuada em 6 de julho. Um dia depois, Bouhlel, pai de três crianças de um, quatro e seis anos, regularizou o seguro escolar dos filhos.

Alguns meios de comunicação disse nestes últimos dias que o terrorista mandou recentemente à família na Tunísia 240 mil dinares (cerca de 100 mil euros), mas em sua conta não há nenhum rastro desse envio e, segundo uma fonte próxima à investigação consultada pelo "Nice Matin", a transação não chegou a ser realizada.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos