Exército turco realiza operação na Síria contra o Estado Islâmico

Istambul, 24 ago (EFE).- O exército da Turquia iniciou nesta quarta-feira uma incursão na Síria para expulsar o grupo terrorista Estado Islâmico de suas posições na cidade de Yarabulus, informou a agência de notícias "Anadolu".

Tropas das unidades especiais do exército turco cruzaram a fronteira por volta das 22h de Brasília da terça-feira, com apoio da aviação turca integrada na coalizão internacional antijihadista e de fogo intenso de artilharia na fronteira.

O objetivo da operação é "garantir a segurança na fronteira turca" e "a integridade territorial da Síria", segundo fontes militares citadas pela "Anadolu".

Concretamente, a incursão pretende evitar uma nova onda de refugiados, permitir a chegada de ajuda humanitária à população civil na região e "limpar a área de elementos terroristas", segundo a agência turca.

Vários caças-bombardeiros turcos F-16 participam da operação, na qual as forças especiais do exército avançaram entre um e dois quilômetros em território sírio, o que proporcionou enfrentamentos com integrantes do EI, de acordo com a emissora "NTV".

Os primeiros bombardeios aéreos aconteceram pouco depois da meia-noite (horário de Brasília).

Segundo fontes militares citadas pela "NTV", brigadas do Exército Livre da Síria (ELS) lutam contra o EI nas imediações de Yarabulus ao mesmo tempo em que acontece a incursão turca.

O ministro das Relações Exteriores turco, Mevlüt Çavusoglu, tinha adiantado ontem que a Turquia "participaria da operação contra o grupo terrorista Estado Islâmico em Yarabulus" e também nas imediações do enclave curdo de Afrin.

A intervenção turca acontece em um momento no qual as Forças da Síria Democrática (FSD), uma aliança de milícias locais lideradas pelas Unidades de Proteção do Povo (YPG, sigla em curdo) e apoiada pelos Estados Unidos, avança rumo a Yarabulus, após expulsar o EI da cidade de Manbech, que fica 30 quilômetros mais ao sul.

A Turquia advertiu em várias ocasiões que não permitirá que as forças curdas expulsem o grupo terrorista Estados Islâmico do território que controla ao longo da fronteira turca.

O objetivo citado de "garantir a integridade territorial da Síria" é uma referência à tentativa de impedir que se estabeleça uma região autônoma curda em todo o norte da Síria.

Um comunicado do escritório de informação do governo turco enviado à imprensa confirmou que "as Forças Armadas turcas e as forças aéreas da coalizão internacional lançaram uma operação militar com o objetivo de limpar o distrito de Yarabulus na província de Aleppo da organização terrorista Daesh (acrônimo em árabe para Estado Islâmico)".

Por esse motivo, as autoridades da província de Gaziantep declararam uma "zona de segurança especial" ao longo da fronteira, onde a entrada da imprensa está proibida.

Essa zona se estende do rio Eufrates por cerca de 18 quilômetros rumo ao oeste e cobre uma faixa de aproximadamente 5 quilômetros de largura.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos