Assange promete novos vazamentos sobre Hillary Clinton antes das eleições

Washington, 25 ago (EFE).- O fundador do Wikileaks, Julian Assange, anunciou nesta quinta-feira o vazamento de milhares de novos documentos da candidata democrata à presidência dos Estados Unidos, Hillary Clinton, antes das eleições marcadas para o mês de novembro.

"Há vários tipos de documentos de diversas instituições que têm ligações com a campanha presidencial, alguns com perspectivas inesperadas e interessantes, alguns até mesmo divertidos", disse Assange, em entrevista para a "Fox News".

Além disso, o australiano garantiu que o vazamento pode ter um impacto "significativo" nas eleições que serão disputadas entre Hillary e o republicano Donald Trump, no próximo dia 8 de novembro.

No entanto, Assange, que como é geralmente acontece, não revelou a data de publicação do novo material e nem o seu conteúdo.

Em julho, o Wikileaks divulgou milhares de e-mails da direção democrata que evidenciaram o tratamento que beneficiava Hillary Clinton na disputa com o senador Bernie Sanders durante o processo das eleições primárias do partido.

O vazamento causou um terremoto político nos EUA e todos os olhares se voltaram para a inteligência russa como possível responsável do "hackeamento".

Após esse vazamento, Julian Assange já apareceu em uma entrevista para a "CNN" ameaçando publicar "muito mais material".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos