Novos bombardeios turcos matam 15 civis no norte da Síria

Cairo, 28 ago (EFE).- Novos bombardeios da Força Aérea da Turquia deixaram pelo menos 15 civis mortos e outros 25 feridos em uma aldeia situada ao sul da cidade de Jarabulus, no norte da Síria.

O ataque teve como alvo uma fazenda da aldeia Magar al Sarisat, onde se refugiavam civis deslocados de outras regiões pelos combates, segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

O fato ocorreu pouco depois de outro bombardeio turco ter deixado pelo menos 20 mortos e 50 feridos na cidade de Yeb al Kusa. A ONG não descarta que o número final de vítimas de ambos os ataques aumente por causa da gravidade das lesões sofridas pelos feridos.

Segundo o Observatório, os milicianos curdos dos Conselhos Militares de Jarabulus e Manbech foram forçados a se retirar de pelo menos três aldeias por causa dos bombardeios turcos. Uma delas, Al Amarna, era alvo desde ontem das tropas de Ancara e seus aliados no país vizinho, os rebeldes do Exército Livre Sírio (ELS).

Os Conselhos Militares de Jarabulus e Manbech contam com o apoio das Unidades de Proteção do Povo Curdo (YPG) e por isso são alvos da ofensiva turca batizada como "Escudo de Eufrates".

A Turquia declarou o oeste do Rio Eufrates como a "linha vermelha" para a presença de milícias curdas na região, já que rejeita a possibilidade da criação de um território autônomo curdo no norte da Síria ao longo de sua fronteira.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos