Trem que descarrilou na Espanha estava a 118km/h em trecho de 30km/h

Na Espanha

  • Miguel Vidal/ Reuters

    Equipe de resgate inspeciona trem que descarrilou na Galícia, Espanha

    Equipe de resgate inspeciona trem que descarrilou na Galícia, Espanha

O trem que descarrilou na sexta-feira (9) na região nordeste da Espanha em um acidente que matou quatro pessoas estava a uma velocidade de 118km/h em uma via que tinha limite máximo de 30km/h.

Esse foi o resultado da análise da caixa-preta da locomotiva, cujos resultados foram apresentados nesta terça-feira por técnicos no tribunal que investiga o caso. Fontes do tribunal indicaram que o maquinista, de nacionalidade portuguesa e um dos falecidos, "recebeu e sinalizou ter recibo dois avisos L1, que significam necessidade de moderar a velocidade".

O trem descarrilou perto da estação da cidade galega de O Porriño em um trecho em linha reto. Após sair dos trilhos, derrubou vários postes, até acabar colidindo com a base de uma torre de energia. Técnicos precisaram que não foram detectadas falha técnica ou de sinalização.

O trem, que cobria o percurso Vigo (Espanha) - Porto (Portugal) descarrilou no último dia 9, por volta das 9h25 (4h25, horário de Brasília), 20 minutos depois de partir da cidade espanhola. Ao todo, três funcionários e um turista morreram e 49 pessoas de diferentes nacionalidades ficaram feridas, entre elas dois brasileiros.

Atualmente, estão abertas duas frentes de investigação: uma judicial e outra vinculada ao Ministério de Fomento da Espanha.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos