EUA, Rússia e outros países se reúnem para retomar trégua na Síria

Nova York, 22 set (EFE).- Os representantes das Relações Exteriores de Estados Unidos, Rússia e outros 20 países se reuniram nesta quinta-feira em Nova York para tentar retomar o cessar-fogo na Síria, após vários dias de conversas frustradas e tensão em torno do ataque a um comboio humanitário da ONU no país.

O secretário de Estado dos EUA, John Kerry, e o ministro das Relações Exteriores russo, Sergey Lavrov, presidiram esta nova reunião do Grupo Internacional de Apoio à Síria (ISSG), composto por países que têm influência em alguma das partes do conflito.

"Não depende de nós, perguntem aos americanos", disse Lavrov ao ser questionado sobre as expectativas de uma retomada da trégua, negociada por EUA e Rússia e que deixou de valer na segunda-feira passada.

O ministro turco de Relações Exteriores, Mevlüt Cavusoglu, se disse confiante que a reunião em Nova York resulte um acordo "que contenha um cessar-fogo, uma cessação de hostilidades" e garantias de entrega da "ajuda humanitária" às populações sitiadas.

"Todo o mundo está mais decidido (a conseguir um acordo) desta vez", garantiu Cavusoglu em declarações à imprensa.

O grupo liderado por Kerry e Lavrov também se reuniu na terça-feira passada, um dia após o Exército sírio considerar terminado o acordo de cessar-fogo que EUA e Rússia firmaram no dia 9 de setembro e que durou uma semana, em meio a dezenas de violações e à falta de entrega de ajuda humanitária.

Nessa ocasião, Kerry e Lavrov concordaram na necessidade de manter vivo o cessar-fogo, mas não conseguiram limar asperezas e nesta quarta-feira voltaram a se alfinetar durante uma sessão do Conselho de Segurança da ONU sobre a Síria.

Os Estados Unidos afirmam que a Rússia ou o regime sírio estiveram por trás do ataque desta segunda-feira contra um comboio humanitário da ONU, no qual morreram 20 civis, algo que Moscou nega. EFE

llb/vnm

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos