EUA enviam navio com 300 militares para resgate e reconstrução do Haiti

Em Washington

O Pentágono ordenou na sexta-feira (8) o envio ao Haiti de um navio de assalto anfíbio com 300 fuzileiros navais a bordo para atuarem no resgate e reconstrução do país após passagem do furacão Matthew, que provocou mais de 820 mortos no local.

Esse contingente se junta aos 250 fuzileiros navais que chegaram a Porto Príncipe na última quarta-feira e que contam com nove helicópteros, informou o Departamento de Defesa americano em comunicado.

Tanto os helicópteros como um avião militar tipo Boeing P-8 Poseidon da Marinha já iniciaram os trabalhos de reconhecimento aéreo para apoiar às equipes em terra.

O secretário de Defesa dos EUA, Ashton Carter, aprovou um fundo de US$ 11 milhões para as missões no Haiti.

A passagem de Matthew pelo Haiti deixou pelo menos 820 mortos, tornando-se no pior desastre natural no país desde o terremoto de 2010, que matou 300 mil pessoas.

Além disso, cerca de 350 mil pessoas necessitam assistência médica e se prevê um "aumento significativo" de casos de cólera, segundo alerta da Organização Pan-americana da Saúde (OPAS).
 

Vilas costeiras foram as mais atingidas por furacão no Haiti

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos