Jihadistas realizam ataque virtual contra sites da imprensa belga

Bruxelas, 24 out (EFE).- Vários veículos de imprensa da Bélgica sofreram nesta segunda-feira um ciberataque com características jihadistas que bloqueou temporariamente o acesso aos sites da emissora pública "RTBF" e dos jornais dos grupos Mediahuis e Gazet Van Antwerpen.

O jornal "Le Soir" informou ter sido alvo nesta segunda-feira de um número de ataques três vezes maior que o habitual, embora o site do veículo não tenha ficado inacessível.

As reivindicações publicadas nas páginas bloqueadas responsabilizaram pela operação o Syrian Cyber Army ('Ciberexército Sírio') e explicaram que o ataque é uma represália pelo suposto bombardeio de caças belgas F-16 sobre os arredores da cidade síria de Aleppo no dia 19 de outubro.

A Rússia, cuja aviação de guerra apoia o Exército sírio, foi a responsável por acusar a Bélgica, que nega que seus aviões de combate tenham estado na região no dia assinalado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos