Tempestade tropical Otto recupera força de furacão

Miami, 23 nov (EFE).- A tempestade tropical Otto, que se aproxima lentamente da Costa Rica e Nicarágua com ventos máximos constantes de 110 km/h, recuperou nesta quarta-feira força de furacão, informou o Centro Nacional de Furacões (NHC) dos Estados Unidos.

Otto, o sétimo furacão da atual temporada no Atlântico, se desloca em direção ao oeste com uma velocidade de translação de 13 km/h, afirmou o NHC em seu boletim divulgado às 19h (hora local).

O centro do furacão está localizado a 230 quilômetros de Puerto Limón (Costa Rica) e a cerca de 285 quilômetros de Bluefields, na Nicarágua.

Segundo as projeções do NHC, o centro de Otto poderia atingir a zona fronteiriça entre Costa Rica e Nicarágua amanhã, para emergir no Oceano Pacífico do litoral sul da Nicarágua ou norte da Costa Rica na noite da quinta-feira ou na manhã da sexta-feira.

Otto bateu o recorde como furacão que mais tarde se formou na temporada oficial no Caribe, após superar Martha, que se transformou em furacão em 21 de novembro de 1969.

O NHC, com sede em Miami, disse em seu último boletim que relatos de um avião da Força Aérea americana afirmam que os ventos constantes aumentaram para 120 km/h com rajadas superiores e previu que Otto se fortalecerá novamente e poderia tocar terra na quinta-feira como furacão de categoria 1.

No entanto, Otto, que já se tinha transformado em furacão nos últimos dias e voltado a ser uma tempestade tropical, vai enfraquecer à medida que avança pelo interior centro-americano, segundo o NHC.

Até o momento é mantido um aviso de furacão (passagem do sistema em 36 horas) desde Limón até Bluefields e uma vigilância (passagem em 48 horas) desde o norte de Bluefields até Sandy Bay Sirpi, na Nicarágua, e desde o sul de Limón até a fronteira da Costa Rica com o Panamá.

Otto deixará hoje intensas chuvas de entre 10 e 20 centímetros sobre as ilhas de San Andrés e Providência (Colômbia), o centro e oeste do Panamá e o sul da Costa Rica e da Nicarágua, com acumulações maiores em algumas zonas, o que pode ocasionar perigosos deslizamentos de terra.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos