Forças especiais russas matam líder do EI no Cáucaso Norte

Moscou, 4 dez (EFE).- O líder do Estado Islâmico (EI) no Cáucaso Norte, Rustam Aselderov, foi abatido por agentes do Serviço Federal de Segurança da Rússia (FSB) em uma operação realizada na República do Daguestão, segundo um comunicado oficial divulgado neste domingo (data local) por veículos de imprensa locais.

Na mesma operação especial morreram também "quatro terroristas de seu círculo mais próximo", segundo uma nota publicada esta madrugada pelo canal de televisão russo "RT".

Aselderov dirigia a organização terrorista Vilayat Kavkaz, vinculada ao EI, segundo o FSB.

Os agentes especiais surpreenderam os cinco homens em uma casa próxima à capital da república, Mahatchkala, que opuseram resistência com seus fuzis de assalto, segundo o comunicado divulgado.

O FSB acusa Aselderov, nascido em 1981, de jurar lealdade ao EI em 2014 e de vários assassinatos e atentados em diferentes cidades russas, como o de Volgogrado em 2013 que causou 18 mortos e deixou dezenas de feridos. EFE

mmg/ma

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos