Morre argentino Eliseo Subiela, diretor de "O lado escuro do coração"

Buenos Aires, 25 dez (EFE). - O diretor de cinema argentino Eliseo Subiela morreu nesta madrugada, aos 71 anos, informou através do Facebook o seu amigo Gabriel Arbós, membro da Associação Geral de Diretores Autores Cinematográficos e Audiovisuais (DAC).

Nascido em Buenos Aires, em 27 de dezembro de 1944, o criador de "O lado escuro do coração", filme que escreveu e dirigiu em 1992, completaria 72 anos depois de amanhã.

Segundo Arbós, Subiela será velado "a pedido da família, por apenas uma hora, amanhã de manhã no Cemitério Jardim de Paz (na província de Buenos Aires)". As causas da morte não foram divulgadas.

De acordo com a imprensa local, o diretor de "Hombre mirando al sudeste" (1986), "Lifting de corazón" (2005) e "No mires para abajo" (2008) faleceu na cidade de San Isidro, na região metropolitana de Buenos Aires, e nas últimas semanas não estava bem de saúde. Em setembro, Subiela sofreu um ataque cardíaco.

"O lado escuro do coração", protagonizado por Darío Grandinetti, Sandra Ballesteros e Nacha Guevara, ganhou vários prêmios nos Estados Unido e na Europa e se tornou um autêntico filme cult, no qual o amor e a poesia andam juntos em uma sucessão de cenas surrealistas.

Em 2001, ele tentou reeditar o sucesso com os dois protagonistas se reencontrando em Barcelona dez anos depois, mas "El lado oscuro del corazón 2" não teve a mesma recepção.

O último trabalho de Subiela foi "Rehén de ilusiones", em 2012 e segundo a imprensa argentina, atualmente, ele estava trabalhando em uma nova produção.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos