Síria tem pelo menos 178 mortes que ocorreram durante o cessar-fogo

  • Omar Haj Kadour/ AFP

    Garoto caminha em região destruída por ataque aéreo das forças do governo, em Binnish, na Síria

    Garoto caminha em região destruída por ataque aéreo das forças do governo, em Binnish, na Síria

Ao menos 178 civis morreram na Síria desde o início do cessar-fogo patrocinado pela Rússia, aliada do governo de Bashar al Assad, e da Turquia, fiadora da oposição, há duas semanas, de acordo com informações divulgadas nesta sexta-feira (13) pelo Observatório Sírio de Direitos Humanos.

A ONG afirmou que desde o dia 30 de dezembro, data na qual teve início a interrupção das hostilidades, foram registradas baixas entre civis tanto em regiões onde a medida é aplicada como em outras onde a trégua não está em vigor.

O cessar-fogo não é válido em áreas onde há presença do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) e da Frente da Conquista do Levante (antiga Frente al Nusra), ex-filial síria da Al Qaeda.

O Observatório Sírio afirmou que 78 civis, entre eles 22 crianças e 11 mulheres, morreram nos locais onde se aplica a trégua. Do total, 36 perderam a vida em ataques de tropas leais a Al Assad contra zonas sob controle dos rebeldes.

Por outro lado, pelo menos 99 civis, entre eles 22 crianças e sete mulheres, morreram em ataques nas áreas nas quais onde não há a cessação de hostilidades entre as partes em conflito na Síria.

Do total, 28 pessoas foram mortas por bombardeios da coalizão liderada pelos Estados Unidos sob áreas controladas pelo EI na província de Al Raqqa e Deir ez Zor. Outras 26 foram vítimas da artilharia da Turquia em localidades dominadas pelos insurgentes na região de Aleppo, no norte da Síria.

Milhares de deslocados de Aleppo vivem em antigas fábricas de povoado

  •  

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos