Tropas afegãs matam 47 membros do Estado Islâmico no leste do país

Cabul, 25 fev (EFE).- Uma operação das tropas do Afeganistão matou pelo menos 47 membros do grupo jihadista Estado Islâmico (EI) no leste do país nas últimas 24 horas.

O porta-voz do governo de Nangarhar, Attaullah Khogyani, informou à Agência Efe que a operação ocorreu em dois distritos da província, que faz fronteira com o Paquistão e é o reduto do EI no país.

Entre os 47 membros, segundo o porta-voz, há seis líderes do grupo terrorista. Além disso, 25 jihadistas ficaram feridos.

As tropas afegãs conseguiram destruir um caminhão, dois depósitos de armas e dois veículos antiminas. Foram apreendidos um morteiro, dois rifles e quatro motos, disse Khogyani.

Há uma semana, o Exército do Afeganistão anunciou que matou 2 mil membros do EI no ano passado. O grupo está no país desde 2015, e, apesar de o governo ter anunciado a derrota dos jihadistas em 2016, os ataques terroristas continuam ocorrendo em várias regiões.

O Paquistão também tem sido afetado por ataques do EI. O último deles, um atentado suicida contra um templo, matou 83 pessoas na semana passada.

O governo paquistanês disse que terroristas que estavam no Afeganistão planejaram o ataque e determinou o fechamento da fronteira com o país vizinho.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos