Juiz leal aos houthis é assassinado no Iêmen

Sana, 28 fev (EFE).- Homens armados assassinaram nesta terça-feira um importante juiz leal aos rebeldes houthis xiitas e conselheiro no Ministério da Justiça, informou a televisão iemenita "Al Masirah".

A emissora, vinculada aos houthis, publicou uma carta do líder rebelde Abdul Malik al Houthi confirmando a morte do magistrado e prestando condolências à família.

Várias testemunhas que estavam no local no momento crime disseram à Agência Efe que dois homens, armados e em uma moto, dispararam contra Yahya bin Muhammad Musa, na porta de sua casa, em Dhamar, 130 quilômetros ao sul da capital iemenita, Sana. O juiz morreu na hora. Até o momento, nenhum grupo reivindicou o ato.

Em março de 2015, uma coalizão árabe liderada pela Arábia Saudita começou uma intervenção no Iêmen em apoio da exilado presidente Abdo Rabbo Mansour Hadi e contra dos rebeldes - poiados pelo Irã - que controlam a capital e várias cidades, o que se traduziu em uma intensificação do conflito.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos