Primeiros resultados oficiais confirmam vitória de atual premiê na Holanda

Em Haia

  • Sylvia Lederer/ Xinhua

    Primeiro-ministro Mark Rutte vota em Haia

    Primeiro-ministro Mark Rutte vota em Haia

Os primeiros resultados oficiais das eleições na Holanda confirmaram a vitória do Partido Popular pela Liberdade e Democracia (VDD), do primeiro-ministro do país, Mark Rutte, e a derrota do líder de extrema-direita Geert Wilders.

Com 65% dos votos apurados, o VVD está conquistando 32 cadeiras no parlamento, nove a menos do que tinha até o momento. Já o Partido da Liberdade (PVV), de Wilders, ficará com 19 cadeiras, quatro a mais do que na legislatura anterior, o que o líder anti-islã considerou como uma "vitória" apesar de esperar mais do pleito.

O grande derrotado das eleições é o Partido do Trabalho (PvdA), aliado do VVD na atual coalizão de governo, que está perdendo 28 cadeiras no parlamento, ficando com apenas dez.

Por outro lado, a ascensão mais representativa é a da Esquerda Verde (GL), que passaria de quatro para 14 deputados no parlamento, de acordo com os resultados parciais divulgados até o momento.

O Apelo Democrata-Cristão (CDA) passaria de 13 para 20 cadeiras, e os Democratas 66 (D66) passaria a ser representado por 18 parlamentares, em vez dos 12 da última legislatura.

As demais cadeiras seriam distribuídas entre o Partido Socialista (14), a União Cristã (6), o 55Plus (4), além de outras oito cadeiras para grupos de menor representatividade.

O DENK, partido que defende a imigração, deve conseguir chegar pela primeira vez ao parlamento, com três cadeiras.
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos