Americano morto em atentado em Londres comemorava 25 anos de casamento

Londres, 23 mar (EFE).- A terceira vítima do atentado de ontem em Londres foi identificada nesta quinta-feira como o americano Kurt Cochran, segundo informaram seus familiares em comunicado.

Cochran viajava pela Europa para celebrar os 25 anos de casamento com sua esposa Melissa, que está hospitalizada em estado grave, indicou Clint Payne, irmão da mulher, informou a "BBC".

No ataque de quarta-feira contra o parlamento britânico também morreram o agressor, além de Aysha Frade, de 43 anos e de origem espanhola, e do policial britânico Keith Palmer, de 48.

"Queremos expressar nossa gratidão aos serviços de emergências e o pessoal médico que os atenderam", afirmou Payne, que pediu "privacidade para a família" em um momento no qual chora a morte de Kurt e espera a "recuperação de Melissa".

"Apesar de estarmos agradecidos por ela ter sobrevivido, nossos corações estão partidos e nunca voltarão a ser os mesmos", disse no Facebook a irmã de Melissa, Sara Payne-Mcfarland.

Seus parentes lamentaram que os filhos do casal tenham perdido o pai.

Cochran perdeu a vida quando um agressor, cuja identidade ainda não foi revelada, atropelou com um veículo 4x4 a multidão que caminhava pela ponte de Westminster, nas imediações do parlamento.

O agressor abandonou o automóvel pouco depois, após jogá-lo contra as cercas do parlamento, e esfaqueou um policial antes de ser morto por outros agentes.

O governo britânico informou que entre os 29 feridos no ataque, há pessoas de 11 nacionalidades: 12 britânicos, três franceses, dois romenos, quatro sul-coreanos, um alemão, um chinês, um irlandês, um polonês, um italiano, um americano e dois gregos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos