Putin estaria disposto a se reunir com Trump na Finlândia em cúpula do Ártico

Moscou, 30 mar (EFE).- O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse nesta quinta-feira que estaria disposto a se reunir com o mandatário dos Estados Unidos, Donald Trump, em Helsinque, na Finlândia, se acontecer na capital nórdica uma cúpula dos países árticos.

"Esses encontros devem ser preparados pelas duas partes. Se acontecer, estaríamos encantados de participar desse evento (Conselho Ártico na Finlândia)", afirmou o chefe do Kremlin na cidade russa de Arkhangelsk, onde hoje acontece um fórum internacional sobre o Ártico.

Putin respondia assim ao presidente da Finlândia, Sauli Niinistö, que na mesma reunião se ofereceu para acolher em seu país um encontro entre os líderes de Rússia e EUA dentro de uma possível cúpula dos países do Ártico.

A Finlândia, que exerce atualmente a presidência do Conselho Ártico - do qual fazem parte Canadá, Dinamarca, Finlândia, Islândia, Noruega, Rússia, Suécia e EUA, além de povos indígenas da região - estaria "encantada de receber essa cúpula", segundo Niinistö.

O presidente russo acrescentou que se esse encontro na Finlândia não acontecer, também poderia se reunir pela primeira vez com Trump durante uma cúpula do G20.

"Se não for possível, então dentro de outra reunião desse tipo, como o G20, acredito que poderia acontecer", ressaltou o presidente russo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos