Sobe para 98 o número de mortos em inundações no Peru

Em Lima

  • Oscar Farje Gomero/Andina/Xinhua

    Mulher se aproxima para receber ajuda na região de Piura, ao norte do Peru

    Mulher se aproxima para receber ajuda na região de Piura, ao norte do Peru

O número de mortes causadas pelas inundações no Peru subiu nesta quinta-feira (30) para 98, enquanto o de desabrigados já chega a 133.097 e o de casas destruídas pelo fenômeno El Niño litorâneo a 198.220, segundo o último relatório do Centro de Operações de Emergência Nacional (Coen).

Em nível nacional, o Coen contabilizou 895.489 pessoas afetadas de alguma maneira pelas fortes chuvas, deslizamentos, tempestades elétricas e nevascas provocadas pelo fenômeno climatológico no país.

A região de Piura, mais de 1.000 quilômetros ao norte de Lima, é uma das mais afetadas com 25.266 desabrigados e 56.411 casas afetadas pela grande inundação que alagou sua capital após a enchente do rio Piura.

Nesta quinta, uma intensa chuva voltou a cair em Piura, tal como antecipou o serviço meteorológico, e as autoridades supervisionam o nível dos rios Piura e Chira para prevenir os cidadãos.

Durante o dia, mais de 25 toneladas de ajuda humanitária foram transferidas a Piura em um avião da força aérea para serem distribuídas entre os desabrigados que foram instalados em albergues.

Outra cidade que foi castigada por quase uma dezena de deslizamentos foi Trujillo, capital de Libertad, que até o momento registrou 96 casos de dengue, segundo informou o Ministério da Saúde.

As previsões de chuvas para as próximas horas também incluem as regiões de Tumbes e Lambayeque no litoral norte, Cajamarca na serra norte, e a selvática Huánuco, no centro do país.
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos