Homem é preso por manter sua família presa em casa por 9 anos na Argentina

Buenos Aires, 20 abr (EFE).- Um homem foi detido em uma cidade da província de Buenos Aires por supostamente ter encarcerado sua mulher, sua filha incapacitada e seus dois netos em uma casa durante nove anos, informaram nesta quinta-feira à Agência Efe fontes policiais.

O homem, de 50 anos, está sendo acusado de ter abusado sexualmente de sua esposa e da filha de ambos, de 25 anos, que supostamente está grávida dele.

O agressor as submeteu, junto a seus netos de 5 e 11 anos, a situações humilhantes em sua casa na cidade de Cañuelas, 80 quilômetros ao sudoeste da capital argentina, durante quase uma década, segundo a investigação.

As vítimas conseguiram escapar depois que outro filho do casal, que não vivia com eles, os visitou de forma inesperada e descobriu que elas estavam sequestradas na casa.

Posteriormente, a mulher apresentou uma denúncia contra o agressor, que foi detido ontem na cidade de Florencio Varela, 70 quilômetros ao nordeste de Cañuelas, enquanto tentava fugir.

Segundo revelaram à Efe fontes policiais, a família está acompanhada por um "gabinete interdisciplinar", que conta com uma equipe de psicólogos, e sobre o homem pesa também uma medida cautelar para que não se aproxime deles.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos