Aos 86 anos, ex-presidente argentino Menem anuncia nova candidatura ao Senado

Buenos Aires, 23 mai (EFE).- Ex-presidente da Argentina de 1989 a 1999, Carlos Menem confirmou nesta terça-feira que concorrerá novamente ao posto de senador nas eleições legislativas de outubro, três meses após completar 87 anos.

O atual senador por La Rioja anunciou a busca pela reeleição junto com a filha, Zulema. Em entrevista à emissora de rádio "Cadena 3", Menem disse que não quer permanecer nos privilégios e que continua "respondendo ao peronismo", o mesmo movimento pelo qual assumiu a presidência argentina pelo Partido Justicialista (Peronista).

"Tenho para oferecer o que o povo precisa. É necessário fazer uma relação das necessidades e trabalhar para que as coisas funcionem em benefício de todo o povo argentino", ressaltou.

Filho de imigrantes sírios, ele afirmou que está "feliz" por voltar a concorrer ao posto de senador e espera que a resposta de La Rioja seja favorável.

O ex-presidente também disse estar em desacordo com "muitas coisas" correspondentes ao atual governo do país, liderado por Mauricio Macri, e garantiu que fará oposição no Senado.

"São duas gestões meio parecidas, mas dar uma opinião definitiva se torna um tanto difícil. Daqui a pouco, quando o panorama se esclarecer, porque não está claro, vou me animar a opinar em particular", respondeu Menem ao ser perguntado sobre os mandatos da peronista Cristina Kirchner em comparação com o de Macri.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos