Casa Branca revela salários de principais assessores de Trump

Em Washington

A Casa Branca revelou nesta sexta-feira (30) os salários dos principais assessores e dos membros da equipe mais próxima ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, entre quem a maioria dos que ganham o valor máximo (quase US$ 180 mil anuais) são homens.

O documento divulgado pela residência presidencial, requerido anualmente pelo Congresso, mostra que entre as 22 pessoas que ganham o salário mais alto, de US$ 179.700 anuais (cerca de R$ 594 mil), estão a maioria dos rostos mais conhecidos da equipe de Trump.

Nesse grupo aparecem, entre outros, o chefe de gabinete de Trump, Reince Priebus; o seu estrategista-chefe, Steve Bannon, o porta-voz da Casa Branca, Sean Spicer; a conselheira presidencial, Kellyanne Conway; e o responsável por redes sociais, Dan Scavino.

No grupo imediatamente inferior, que ganha US$ 165 mil anuais (R$ 546 mil), estão Peter Navarro, diretor de política comercial, e Keith Schiller, antigo guarda-costas de Trump e atual diretor de operações do Salão Oval.

Por outro lado, entre as únicas três pessoas que trabalham na Casa Branca para Trump sem receber nenhum salário estão o casal formado por sua filha mais velha e conselheira, Ivanka, e Jared Kushner, que também assessora o governante.

A Casa Branca de Trump conta atualmente com 377 funcionários, segundo o documento divulgado hoje, 100 a menos dos que trabalhavam para o ex-presidente Barack Obama em 2016.

O salário média atual na Casa Branca é de US$ 89 mil anuais (R$ 294 mil), frente ao de US$ 73.051 anuais do último ano do mandato de Obama. 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos