Quinta rodada de negociações de paz na Síria tem início em Astana

Astana, 4 jul (EFE).- A quinta rodada de negociações entre as partes da Síria em conflito, começou nesta terça-feira, em Astana, em meio a um forte esquema de segurança, informou o Ministério das Relações Exteriores do Cazaquistão.

As consultas começaram com uma reunião de um grupo de trabalho com a participação de especialistas da Rússia, Irã e Turquia, os países fiadores do cessar-fogo declarado na Síria no dia 30 de dezembro do ano passado.

O objetivo da reunião em Astana, com nove representantes da oposição armada síria, é definir o estabelecimento das zonas de segurança na Síria ou afrouxamento estipulado pelos três países fiadores.

Recentemente, um representante do Exército Livre Sírio (ELS) no processo de Astana, Fateh Hassun, disse em Moscou que estas zonas estipuladas entre os países fiadores do cessar-fogo fracassarão e se transformarão em "zonas de combate" se o Irã instalar suas tropas no local.

"Se a Rússia quer que a proposta seja efetiva, deve expulsar os iranianos dessas zonas, porque há muitas possibilidades de que esses territórios se transformem em zonas de combate contra qualquer militar iraniano", disse.

A quinta rodada do processo de Astana estava programada inicialmente para os dias 12 e 13 de junho, mas foi adiada por decisão dos países fiadores, que queriam mais tempo.

A reunião acontece em um contexto pouco propício, por conta da queda de um caça sírio, pelos Estados Unidos, no dia 18 de junho, ação que levou Moscou a suspender a cooperação com Washington na Síria.

Durante a jornada de hoje acontecerão várias reuniões bilaterais e de grupos de trabalho, preparatórias para o plenário, programado para amanhã.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos