PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Partidos alemães usam redes sociais para buscar últimos votos em eleição

24/09/2017 09h04

Berlim, 24 set (EFE).- Os partidos alemães foram às redes sociais para tentar mobilizar seus simpatizantes e convencer os indecisos a votar antes do fechamento das urnas nas eleições deste domingo.

"Quem quer que Angela Merkel siga como chanceler, deve votar hoje na CDU (União Democrata-Cristã)", foi a mensagem divulgada pelo partido da atual líder do país no Twitter.

As últimas pesquisas indicam que Merkel terá uma vitória ampla sobre o Partido Social-Democrata (SPD), aliado da chanceler no último governo e atualmente liderado por Martin Schulz, ex-presidente do parlamento europeu e principal rival no pleito.

"Já votei. Agora é a sua vez. Por uma Alemanha mais justa e mais forte, e por uma Europa de paz e solidariedade", escreveu Schulz no Twitter, em uma mensagem acompanhada de uma foto que mostra o líder social-democrata colocando seu voto na urna.

Já a conta do SPD lembrava que "as mudanças começam no voto".

Além das duas principais forças políticas, os olhares estão sobre o partido Alternativa para a Alemanha (AfD), de extrema-direita, e que deve chegar pela primeira vez ao Bundestag.

A AfD divulgou um vídeo nas redes sociais com diferentes pontos do país e de sua história recente, desde a queda do Muro de Berlim até o título da Copa do Mundo de 2014, disputada no Brasil.

"Notaram? É a profunda saudade do nosso próprio país", indicou a AfD, partido que defende políticas anti-imigração e é especialmente crítico com a chegada de refugiados à Alemanha.

Internacional