Irã fecha fronteiras terrestres com Curdistão iraquiano por referendo

Teerã, 25 set (EFE).- O Irã anunciou nesta segunda-feira o fechamento das fronteiras terrestres e aéreas com o Curdistão iraquiano, em represália pelo referendo de independência que está sendo realizado hoje na região autônoma.

A decisão foi tomada a pedido do Governo do Iraque, conforme divulgou o porta-voz do Ministério de Exteriores iraniano, Bahram Qasemi, em sua coletiva de imprensa semanal.

"Fechamos tanto as nossas fronteiras terrestres como aéreas", detalhou o porta-voz, que chamou de "ilegal" a consulta de autodeterminação curda.

As autoridades iranianas já anunciaram ontem o fechamento do espaço aéreo com a suspensão de todos os voos com destino ou origem ao Curdistão. Mais cedo, a Turquia também já havia anunciado o fechamento das fronteiras terrestres.

"O Irã se opõe a qualquer movimento contrário à unidade nacional do Iraque", declarou o presidente iraniano, Hasan Rohani, após ter conversar por telefone com o premier iraquiano, Haidar al Abadi, e com o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, ontem à noite. EFE

mv/dr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos