Hamas diz que reconciliação palestina é "estratégica e irreversível"

Gaza, 28 set (EFE).- O chefe do movimento islamita Hamas na Faixa de Gaza, Yehya Sinwar, afirmou nesta quinta-feira que a decisão de alcançar uma reconciliação com o presidente palestino e líder do Fatah, Mahmoud Abbas, é "estratégica e irreversível".

O Hamas "continuará fazendo concessões para alcançar uma verdadeira reconciliação nacional sobre o terreno", disse Sinwar perante um grupo de jovens reunidos em um dos hotéis do litoral de Gaza.

O dirigente defendeu que este passo não corresponde a uma debilidade do movimento islamita, senão à fortaleza e advertiu que "não permitirá que ninguém ou uma parte obstrua o caminho da reconciliação".

Sinwar disse que sua formação está tratando de desenvolver as relações com todas as facções palestinas para chegar à "formulação do projeto nacional".

Em 17 de setembro, o Hamas anunciou a dissolução de seu comitê administrativo, que administra Gaza, como parte do acordo alcançado com o Egito duas semanas antes para pôr fim à divisão com Fatah e o Executivo de consenso palestino na Cisjordânia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos