Opositor venezuelano Antonio Ledezma será recebido por Rajoy em Madri

Madri, 18 nov (EFE).- O presidente do Governo da Espanha, Mariano Rajoy, receberá neste sábado, em Madri, o ex-prefeito metropolitano de Caracas e opositor do governo da Venezuela, Antonio Ledezma, que desembarcou hoje no aeroporto de Barajas, após ter fugido ontem de seu país, onde permanecia em prisão domiciliar desde 2015.

Ledezma disse em entrevista à imprensa durante sua chegada à capital espanhola que será recebido pelo Rajoy no Palácio da Moncloa.

"É preciso resgatar o mais rápido possível a democracia na Venezuela", afirmou Ledezma, acrescentando que seu país "está à beira do colapso definitivo".

Ledezma declarou que não fugiu do seu país: "presos políticos de consciência se libertam".

Sobre as conversas que acontecerão nos dias 1º e 2 de dezembro entre o governo venezuelano e a oposição, na República Dominicana, disse que se José Luis Rodríguez Zapatero, ex-presidente do Governo espanhol, "tivesse apoiado para que os venezuelanos tivessem feito o referendo revogatório, nos tivéssemos economizado uns 100 ou 200 mortos".

Além disso, o prefeito metropolitano se perguntou por que Rodríguez Zapatero é o mediador e não o também ex-presidente do governo espanhol, Felipe González.

Sobre Rajoy, destacou que foi o primeiro presidente que, estando no cargo, se pronunciou a favor da oposição venezuelana.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos