Trump alerta que resta pouco tempo para encontrar submarino argentino

Washington, 22 nov (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, alertou nesta quarta-feira que não resta muito tempo para resgatar com vida os tripulantes que estão a bordo do submarino argentino ARA San Juan, que desapareceu há uma semana.

"Há muito tempo dei a ordem de ajudar à Argentina com a missão de busca e resgate de seu submarino desaparecido. 45 pessoas estão a bordo e não resta muito tempo. Que Deus esteja com eles e com o povo da Argentina", escreveu Trump no Twitter.

Apesar do presidente americano ter escrito na rede social que 45 pessoas estão a bordo do submarino, o governo da Argentina informou que há 44 pessoas dentro do ARA San Juan.

O submarino saiu no último dia 13 de novembro do porto de Ushuaia, no sul da Argentina, e ia de volta para sua base, em Mar del Plata, na província de Buenos Aires, quando todas as comunicações foram perdidas.

O último paradeiro conhecido do submarino foi na região do Golfo de San Jorge, na Patagônia argentina, a 432 quilômetros da costa.

O Pentágono enviou quatro batiscafos, um pequeno veículo submersível que destinado à exploração de águas profundas nos oceanos, para ajudar a Marinha da Argentina nas buscas.

Os EUA também colocaram à disposição do governo argentino membros da Marinha americana, um avião e outros equipamentos submarinos específicos para a busca e resgate.

Mais cedo, a Marinha da Argentina informou que o submarino desaparecido entrou em "fase crítica" de disponibilidade de oxigênio.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos