Alemanha convoca embaixador norte-coreano em Berlim após lançamento de míssil

Berlim, 29 nov (EFE).- O ministro de Relações Exteriores da Alemanha, Sigmar Gabriel, defendeu nesta quarta-feira que se aumente a "pressão" internacional sobre a Coreia do Norte e anunciou que seu departamento convocou o embaixador deste país em Berlim após o lançamento de outro míssil balístico intercontinental.

"Demonstra mais uma vez o quão séria é a ameaça da Coreia do Norte para a paz mundial", ressaltou Gabriel em comunicado divulgado depois que, durante a noite, a chanceler Angela Merkel condenou através do Twitter a "nova provocação" de Pyongyang.

"É mais importante que nunca estarmos unidos perante esta ameaça à segurança internacional", declarou Merkel em referência às resoluções do Conselho de Segurança das Nações Unidas.

O chefe da diplomacia alemã lembrou que este organismo condenou os últimos testes nucleares e de mísseis da Coreia do Norte e ratificou a necessidade de que a comunidade internacional se oponha "às claras e decidida" às ameaças de Pyongyang.

"Só assim podemos encontrar uma solução pacífica e fazer a Coreia do Norte ver a necessidade de diálogo", destacou Gabriel, que afirmou que a oferta está sobre a mesa.

O Ministério transferirá ao embaixador norte-coreano na Alemanha a condenação do governo alemão, que exige ao regime de Pyongyang que cumpra as resoluções do Conselho de Segurança e suspenda "sem exceções e imediatamente" todas as atividades relacionadas com seu programa nuclear e de mísseis.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos