China expressa sua "profunda preocupação" após míssil lançado por Pyongyang

Pequim, 29 nov (EFE).- O governo da China expressou, nesta quarta-feira, sua "profunda preocupação" após o último míssil balístico intercontinental (ICBM) lançado ontem pela Coreia do Norte, capaz de levar uma ogiva nuclear de grande tamanho e alcançar todo o território dos Estados Unidos.

"A China expressa profunda preocupação e oposição ao lançamento e pede encarecidamente à Coreia do Norte que atenda as resoluções do Conselho de Segurança da ONU e pare as ações que elevem as tensões na península", afirmou o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Geng Shuang.

Embora o último míssil lançado ontem por Pyongyang tenha voado 950 km e alcançado 4.475 km de altitude, alguns especialistas acreditam que o projétil poderia ter recorrido num voo normal mais de 13 mil km, o suficiente para alcançar Washington ou qualquer parte continental dos EUA.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos